Análise sobre as políticas públicas de atenção ao idoso no Brasil

Carolinne Kilcia Carvalho Sena Damasceno, Cristina Maria Miranda de Sousa

Resumo


Este estudo tem como objetivo refletir sobre as políticas públicas de atenção ao idoso no Brasil. Trata-se de um estudo descritivo, tipo análise reflexiva que aborda a temática políticas públicas de atenção ao idoso no Brasil. Evidenciou-se que o Brasil, atualmente possui suficientes recursos legais para atenção ao idoso. Contudo, apenas a produção de instrumentos legais não é suficiente para uma assistência integral e garantia dos direitos legais da pessoa idosa no país.

Palavras-chave


Políticas Públicas; Idoso; Envelhecimento.

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE, Luana Machado et al. Políticas públicas para pessoas idosas no Brasil: uma revisão integrativa. Cien Saude Colet, v. 18, n. 12, p. 3543-3552, 2013.

BRASIL. Gabinete do Ministro de Estado da Saúde (BR). Portaria No 1.395 de 9 de dezembro de 1999: aprova a Política Nacional de Saúde do Idoso e dá outras providências. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, 13 Dez 1999. Seção I, n.237-E, p.20-4.

BRASIL. Lei nº. 8.842/94. Política Nacional do Idoso. Disponível em: . Acesso em: 31 jan. 2016.

CAMARANO, A. A. Características das Instituições de Longa Permanência para Idosos – Região Nordeste. Brasília: IPEA, 2008.

CAVALINI, B. A.; FERREIRA, M. C. G.; FERREIRA, M. A. Política nacional do idoso e sua implementação na assistência de enfermagem. RAÍZES E RUMOS, v. 2, n. 1, 2014.

COSTA, F. G.; FAVÉRO, M. H. As transformações das representações sociais sobre o envelhecer, o envelhecimento e o idoso: uma pesquisa de intervenção. In. ARAÚJO, L. F. de; CARVALHO, C. M. R. G. de; CARVALHO, V. A. M. de L. As diversidades do envelhecer: uma abordagem multidisciplinar. 1ª edição. Curitiba: Editora CRV, 2009. Capítulo 5, p. 75-86.

DIAS, Eliotério Fachin. O envelhecimento Populacional e o Direito à Saúde da Pessoa Idosa. Revista jurídica direito, sociedade e justiça, v. 1, n. 1, 2015.

FERNANDES, M. T; SOARES, S. M. O desenvolvimento de políticas públicas de atenção ao idoso no Brasil. Rev Esc Enferm USP. V. 46, n. 6, p. 1494-1502, 2012.

MOREIRA, W. C.; DAMASCENO, C. K. C. S.; VIEIRA, S. K. S. F. et al. Análise sobre as políticas públicas de enfrentamento a violência contra o idoso no Brasil. Rev enferm UFPE on line, Recife, v. 10, n. 4, p. 680-5, abr., 2016.

MENDONÇA, Jurilza Maria Barros de. Políticas públicas para idosos no Brasil: análise à luz da influência da normativas internacionais. Universidade de Brasília, tese de doutorado, 2015.

ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS. Plano de ação internacional para o envelhecimento; 2002. Tradução de Arlene Santos. Brasília (DF): Secretaria Especial dos Direitos Humanos; 2003.

ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS. Plano de Ação Internacional sobre o envelhecimento. Brasília: Secretaria Especial de Direitos Humanos, 2002.

RODRIGUES, R. A. P.; KUSUMOTA, L.; MARQUES, S.; FABRÍCIO, S. C. C.; ROSSET-CRUZ, I.; LANGE, C. Política nacional de atenção ao idoso e a contribuição da enfermagem. Texto Contexto Enferm, Florianópolis, Jul-Set, v. 16, n. 3, p. 536-45.

SANTOS, Nayane Formiga et al. As políticas Públicas voltadas ao idoso: melhoria da qualidade de vida ou reprivatização da velhice. Revista FSA (Faculdade Santo Agostinho), v. 10, n. 2, p. 358-371, 2013.

VEIGA, K. C. G; MENEZES T. M. O. Produção do conhecimento em enfermagem: a (in) visibilidade da atenção à saúde do idoso. Rev Esc Enferm USP. V. 42, n. 4, p. 761-8, 2008.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.